Altar do sacrifícios e Altar de incenso

 

Antes do Grande Êxodo as ofertas e sacrifícios oferecido a Deus eram em altares feitos de pedras, com a constituição do povo Israelita e suas leis religiosas foram dados dois (2) Altares descritos a partir do Livro do Êxodo e de forma mais aguda no Livro de Levítico (Levitas).

O Altar de sacrifícios recebia os animais e ofertas pacíficas que representavam a remissão e a volta a comunhão com Deus e do gênero humano, o Altar de incenso era oferecido especiarias que representava as orações das pessoas; ambos em um determinado tempo eram untados (molhados) suas pontos com sangue de um animal simbolizando o perdão e a consagração.

Estes Altares tinham quatro (4) pontas (*chifres) que representam os quatro (4) ventos, quatro (4) direção da Terra (Norte, Sul, Leste e Oeste), quatro (4) tempos e quatro (4) terras onde se não houvesse (houver) mudanças de coração são derramados quatro (4) Juízos (Julgamentos) referentes a Santidade, Justiça, Verdade e Misericórdia de Deus.

No total temos oito (8) chifres que se opõem (que são contra) aos oito (8) reis de Apocalipse 17, o sangue nestes chifres repreende e vence estes inimigos; não é coerente somar os demais chifres encontrados em Daniel 7, Daniel 8 e Apocalipse 13.

Estes Altares estiveram no Tabernáculo de Deus e nos Templos que existiram até a era presente.

*Chifres representam autoridade, poder e reis como também animais com cornos.

Anúncios
Altar do sacrifícios e Altar de incenso

Os Querubins sobre a Arca da Aliança

Nesta imagem, o Sacerdote Ezequiel (O Poder de Deus).

sumo sacerdote

A Arón Hab Beríth (Caixa da Segunda Aliança) um artefato onde se guardava três (3) objetos sagrados: As Tabuas da Lei (Os Dez [10] Mandamentos), a vara de Aarão (Que era primeiramente de Levi e depois deste foi passado aos futuros Sumo Sacerdotes, esta vara representa a genealogia Sacerdotal) e o Maná que veio originalmente dos Céus (SHamayim).

Sobre a Arca estavam colocados dois (2) Querubins (Keruv, Keruvim, Guardiões, Protetores) de ouro e sobre a Tampa da Propiciação era aspergido o sangue do animal para obter perdão diante de Deus, essa Arca representa a Glória (Kavod) de Deus e figurava o que havia nos Céus, acredita-se que eram três (3) Querubins e que este terceiro que não estava sobre a Arca é o Querubim descrito em Ezequiel 28, ou seja o sangue do perdão era para este Querubim.

Também, a Glória de Deus no Templo (Beit HaMikdaSH) nos Céus habitava na parte interna chamada Santo dos santos (KadoSHim) onde só o Sumo Sacerdote (Gadol Cohen) podia entrar, segundo o Salmo 110 esta pessoa era Melquisedeque o Sacerdote do Deus Altíssimo.

ATENÇÃO: a letra SH é a letra Shin ש do hebraico.

Os Querubins sobre a Arca da Aliança

Heróis da Bíblia

#giants #gigantes #comics #mitologia #biblia

Texto para referencia:

Quando os homens começaram a multiplicar-se na terra e lhes nasceram filhas,
os filhos de Deus (anjos) viram que as filhas dos homens (descendentes de Caim e Sete) eram bonitas e escolheram para si aquelas que lhes agradaram.
Então disse o SENHOR: “Por causa da perversidade do homem, meu Espírito não contenderá (permanecera) com ele para sempre; e ele só viverá cento e vinte anos”.
Naqueles dias havia Nefilins (Gigantes) na terra, e também posteriormente, quando os filhos de Deus possuíram as filhas dos homens e elas lhes deram filhos. Eles foram os heróis do passado, homens famosos.
Gênesis 6:1-4 NVI

Este texto nos explica que já havia os gigantes na terra e os anjos geraram mais gigantes para eliminar os maus da terra, também nasceram os primeiros heróis do passado (Veja que legal o texto nos dá a entender que o Espírito de Deus prolongava a vida humana até quase mil [1000] anos), havia também os Refains, os Zuzins, os Emins, os Anaquins (ou Anunnaki descendentes de Enaque, Enki), os Girgaseus, os Arqueus (arqueiros, guerreiros) e os Cadmoneus (acredita-se que eles são descentes de Node).

Outros heróis surgiram como Ninrode um Poderoso caçador, Esaú (Eshav) alguns dizem que Jacó (Ya’akov) também foi um grande heróis pois lutou com um anjo (um deus), Josué (Yeohoshua) o capitão de Israel, Débora, Baraque e Sansão (alguns acreditam que todos os Juízes [SHefetim] foram heróis), o gigante Golias (Goliath, Goliahu) o jovem Davi e os seus Valentes.

No Livro de Hebreus capítulo 11 esta relacionado uma lista chamada Os Heróis da Fé!

NOTA: De acordo com as histórias de Flavio Josefo os gigantes eram os Titãs (deuses e semi-deuses) descritos na mitologia.

 

Heróis da Bíblia