As fantásticas aventuras de Moisés

Moses Moisés Moshe comics

Neste comic Moisés (Moshe nome que significa Tirado das Águas) é chamado por Deus com a idade de oitenta (80) anos a ser o libertador de Israel, em Êxodo 4 Deus lhe dá poderes e diz: tu serás por Deus (Elohim), logo depois no Egito Moisés manifesta sua fúria derramando dez (10) pragas, defronte ao Mar Vermelho ele o abre para dar um caminho aos hebreus, no deserto ele torna as águas amargas em saudável e da Rocha ele emana mais águas, posteriormente ele cria codornizes e traz o Maná dos Céus para alimento do povo.

Moisés ainda com cento e vinte (120) anos estava no seu vigor para ser um Poderoso Profeta na Terra.

MOISÉS

Anúncios
As fantásticas aventuras de Moisés

Altar do sacrifícios e Altar de incenso

 

Antes do Grande Êxodo as ofertas e sacrifícios oferecido a Deus eram em altares feitos de pedras, com a constituição do povo Israelita e suas leis religiosas foram dados dois (2) Altares descritos a partir do Livro do Êxodo e de forma mais aguda no Livro de Levítico (Levitas).

O Altar de sacrifícios recebia os animais e ofertas pacíficas que representavam a remissão e a volta a comunhão com Deus e do gênero humano, o Altar de incenso era oferecido especiarias que representava as orações das pessoas; ambos em um determinado tempo eram untados (molhados) suas pontos com sangue de um animal simbolizando o perdão e a consagração.

Estes Altares tinham quatro (4) pontas (*chifres) que representam os quatro (4) ventos, quatro (4) direção da Terra (Norte, Sul, Leste e Oeste), quatro (4) tempos e quatro (4) terras onde se não houvesse (houver) mudanças de coração são derramados quatro (4) Juízos (Julgamentos) referentes a Santidade, Justiça, Verdade e Misericórdia de Deus.

No total temos oito (8) chifres que se opõem (que são contra) aos oito (8) reis de Apocalipse 17, o sangue nestes chifres repreende e vence estes inimigos; não é coerente somar os demais chifres encontrados em Daniel 7, Daniel 8 e Apocalipse 13.

Estes Altares estiveram no Tabernáculo de Deus e nos Templos que existiram até a era presente.

*Chifres representam autoridade, poder e reis como também animais com cornos.

Altar do sacrifícios e Altar de incenso

Os Querubins sobre a Arca da Aliança

Nesta imagem, o Sacerdote Ezequiel (O Poder de Deus).

sumo sacerdote

A Arón Hab Beríth (Caixa da Segunda Aliança) um artefato onde se guardava três (3) objetos sagrados: As *Tabuas da Lei (Os Dez [10] Mandamentos), a vara de Aarão (Que era primeiramente de Levi e depois deste foi passado aos futuros Sumo Sacerdotes, esta vara representa a genealogia Sacerdotal) e o Maná que veio originalmente dos Céus (SHamayim).

Sobre a Arca estavam colocados dois (2) Querubins (Keruv, Keruvim, Guardiões, Protetores) de ouro e sobre a Tampa da Propiciação era aspergido o sangue do animal para obter perdão diante de Deus, essa Arca representa a Glória (Kavod) de Deus e figurava o que havia nos Céus, acredita-se que eram três (4) Querubins e que estes outros dois que não estava sobre a Arca são os Querubins descrito em Ezequiel 28, ou seja o sangue do perdão era para estes Querubins.

Também, a Glória de Deus no Templo (Beit HaMikdaSH) nos Céus habitava na parte interna chamada Santo dos santos (KadoSHim) onde só o Sumo Sacerdote (Gadol Cohen) podia entrar, segundo o Salmo 110 esta pessoa era Melquisedeque o Sacerdote do Deus Altíssimo.

ATENÇÃO: a letra SH é a letra Shin ש do hebraico.

*Também o Livro da Lei; e onde esta o Livro do SENHOR (SHefet YHVH)? Fala-se que este Livro esta escrito sobre Yahweh o Juiz e as Leis dos Céus, as Leis de um dos Quatro Tronos de DEUS.

Os Querubins sobre a Arca da Aliança

Cavalos e Carruagens de Fogo

 

carruagens e cavalos de fogo

Orou Eliseu e disse: SENHOR, peço-te que lhe abras os olhos para que veja. O SENHOR abriu os olhos do moço, e ele viu que o monte estava cheio de cavalos e carros de fogo, em redor de Eliseu. 2 Reis 6.17.

Quando o Rei da Síria enviou seus exércitos em Dotã para capturar o profeta ele fez esta oração, o moço que viu esta visão não é Geazi.

De acordo com a Mitologia os deuses enviam seus cavalos e carruagens de fogo para grandes batalhas nos céus e na terra, há muita certeza que há nos céus outros animais de fogo, como pássaros, há nos céus homens de fogo também.

Cavalos e Carruagens de Fogo

Os Filhos de Jacó

os-filhos-de-jaco

Eis aqui os filhos de Jacó e os filhos de José, estes são os filhos de Israel.

Significados dos nomes:

Atendimento, o SENHOR ouviu, coração, Leão (Louvor), marca (serpente e justiça), minha luta (criatura, criança), sorte, de acordo com tradições é um filho legitimo (filho por adoção?) do deus (deusa) Bíblico Aserá, retribuição, dadiva eterna, honra e exaltação, assenta-te a Minha Destra (Esquerda).

Feito para esquecer (marchar), abra-se os Céus.

Os Filhos de Jacó

Sem Cam e Jafé

sem-cam-jafe

Jafé Cam e Sem

Estes são os três (3) filhos de Noé (Noah, Noach, Noak, Noeh) chamados também de Shem, Ham e Yaphet, deles se povoaram a Terra, pois estes tiveram muitos filhos que formaram o que é hoje a Asia, Africa e Europa e que também colonizou a Oceania e a America.

São eles os povos Semitas, Africanos, Asiáticos, Europeus e Indo-Europeus.

Sem Cam e Jafé

Depois da Escada de Jacó

a-escada-de-jaco

Depois deste evento Histórico Jacó se levantou e pegou a Pedra que repousou a cabeça e a Ungiu com azeite erigindo uma coluna, ou seja, foi posto um marco para aquele acontecimento; ele mudou o nome da cidade que se chamava Luz para Betel (Beit-El a Casa de Deus), o primeiro nome era uma cidade onde habitavam os filhos da Luz referido por Jesus no Evangelho.

A escada que ele viu enquanto repousava tinha doze (12) degraus que representava do primeiro () até ao décimo segundo (12ª) Céus, então Deus abriu um caminho até estes Firmamentos.

Jacó fez um voto onde entre muitas coisas prometeu que deste lugar ergueria uma Casa para Deus, um Templo; na História semita no oriente médio se fala do Templo de Jacó na Mesopotâmia, era chamado de o Templo do Deus desconhecido, pois, todo “Templo” erigido para os deuses naquela região tinha a imagem do seu deus.

Gênesis 28.

18 Tendo-se levantado Jacó, cedo, de madrugada, tomou a pedra que havia posto por travesseiro e a erigiu em coluna, sobre cujo topo entornou azeite.
19 E ao lugar, cidade que outrora se chamava Luz, deu o nome de Betel.
20 Fez também Jacó um voto, dizendo: Se Deus for comigo, e me guardar nesta jornada que empreendo, e me der pão para comer e roupa que me vista,
21 de maneira que eu volte em paz para a casa de meu pai, então, o SENHOR será o meu Deus;
22 e a pedra, que erigi por coluna, será a Casa de Deus; e, de tudo quanto me concederes, certamente eu te darei o dízimo.

 

Depois da Escada de Jacó